domingo, 21 de agosto de 2016

0 Cursos de qualificação profissional

No dia 18 de agosto, participei da formatura dos alunos que fizeram os cursos promovidos pelo SESI, em parceria com a CONSENORTE, Amigos da Justiça e Creche Alegria. Parabenizo aos organizadores e professores dos cursos, pois a educação é uma ferramenta de extrema importância para mudar a realidade das pessoas.


Os cursos de qualificação profissional tiveram início no mês de maio, e mais de trezentos alunos passaram pelos nove cursos oferecidos que ao final receberam os certificados ou declarações. “Para nós a oportunidade de levar conhecimento a esses jovens é extremamente gratificante, por isso agradecemos a todos os parceiros e alunos pelo desempenho e compromisso.” professora Magda Marchito.












quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

0 É só uma questão de opinião

A disputa pelo poder é algo comum em todos os espaços, mas o que não pode acontecer é a perda de princípios para alcança-ló, pois para colocar em prática um projeto de poder no país precisamos analisar as questões objetivas e principalmente mostrar que somos diferentes e faremos melhor do que quem ocupa atualmente.

Aprendi isso em 1995 nas reuniões do Partido dos Trabalhadores que aconteciam na casa de Alda Castro, na época eu tinha somente 11 anos, e muito me intrigava as conversas, porque viam e falavam tanta coisa que eu não enxergava. Com o tempo fui desenvolvendo o interesse pela leitura e pela política, pois compreendi que era preciso fazer parte de um partido político para formular e ocupar os espaços de poder a fim de representar uma parcela da sociedade.

Em 2002 após comparar e ler bastante sobre alguns partidos, pela influência familiar e envolvida pelo livro que lia na época “Triste fim de Policarpo Quaresma” do escritor Lima Barreto que conta a história de Policarpo Quaresma um grande patriota, decidi por engrossar as fileiras de um partido fundado e criado no Brasil.

O tempo passou rápido são mais de dez anos engrossando as fileiras desse partido, aprendi com os companheiros do PT o que é democracia, a importância de se consolidar um regime democrático no país e a necessidade de ter lado na luta de classe.

Esse partido no próximo mês faz 36 anos de existência, passou por desafios na sua criação e hoje no seu ápice passa novamente por dificuldades, mas lógico de uma forma diferente, pois as ameaças e ferramentas contra o Partido dos Trabalhadores são outras, porém o objetivo é o mesmo acabar com a organização partidária dos trabalhadores do Brasil.

O pedido feito pelo Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) a Procuradoria-Geral Eleitoral de extinção do PT é um afronto a democracia, a classe trabalhadora, a esquerda e os progressistas latino-americanos. Colocar em xeque a existência do maior partido da América Latina é um disparate.

Essa atitude mostra o desespero que a elite brasileira esta de retornar ao poder de qualquer forma, mas esquecem que no projeto deles não incluem os trabalhadores e por mais desconhecimento que o povo tenha não duvide da capacidade de analisar e enxergar as coisa, como dizem: “O povo não é bobo”.

E é por isso que mesmo com a campanha diária de ataques ao PT, ao governo e aos quadros do partido que os conservadores e a burguesia, não conseguem seu objetivo de alcançarem o poder, então é preciso dizer a eles que mesmo que fechem o PT o povo trabalhador e os que acreditam em igualdade social não irão engrossar as fileiras do PSDB, funcionaremos na clandestinidade ou nos organizaremos em outros espaços.

Os problemas que quadros do partido têm com a justiça, devem ser resolvidos pelos órgãos competentes e ao PT cabe esperar o julgamento para assim tomar uma decisão. Atualmente a postura que o governo tem adotado infelizmente não segue a orientação do partido, mas sabemos da responsabilidade que temos com o mandato da presidente Dilma e precisamos cobrar a ampliação dos avanços sociais e a efetivação na garantia de direitos que perpassa pela mudança na linha da política econômica.

O Brasil da inserção social, oportunidade e igualdade começou a ser construído no governo Lula e não deve ceder nenhum milímetro a mais para direita brasileira do que já aconteceu em nome da governabilidade, pois isso enfraquecerá o projeto de país colocado em curso pelos trabalhadores.
Ao governo espero responsabilidade nas decisões que irão tomar daqui para frente, pois o governo que votei é de um partido que tem lado, e essa lado é dos trabalhadores, presidente Dilma a responsabilidade esta contigo, vamos firmes sem vacilar.

sábado, 22 de agosto de 2015

0 Guarapari comemora

Escrevi o texto abaixo no dia 07 de agosto e nessa semana tivemos a notícia que o prefeito recuou e vai fazer a comemoração do dia da cidade.
Uma das cidades turísticas mais importantes do Espírito Santo se encontra a beira do caos, Guarapari. A cidade já atravessou momento de instabilidade política, porém nunca houve uma gestão municipal tão ineficiente e incapaz como a atual.
O poder público se limitou somente a dizer que as coisas não acontecem devido à crise econômica que o país atravessa. Realmente o momento é delicado e precisamos elencar prioridades, trabalhar na linha da navalha para que possamos segurar as contas públicas, mas é preciso que o município não estagne e que as coisas aconteçam mesmo nas condições adversas.
O que quero dizer é que não devemos parar a cidade, porque o país esta em crise. É preciso ser dinâmico e pensar soluções para que o município continue se desenvolvendo. Os municípios de Alfredo Chaves, Domingos Martins, Santa Teresa e Venda Nova do Imigrante, são tão importantes quanto Guarapari e realizaram ou realizarão as comemorações tradicionais dos seus respectivos municípios.
Já em Guarapari o prefeito anuncia que para conter custo suspendeu as atividades de comemoração do aniversário da cidade, me pergunto qual a diferença dos outros municípios para a cidade de Guarapari? A resposta é fácil: Gestão e vontade em fazer as coisas acontecerem.
‪#‎AcordaOrly‬ ‪#‎GuarapariSemGestão‬

domingo, 26 de julho de 2015

0 É possível com pouco, melhorar a vida de muitos

Em Guarapari temos algumas deficiências, dentre elas a mobilidade. A sinalizações ineficientes, trânsito mal projetado e ruas muito estreitas são alguns fatores que influência isso causando estresse, fadiga e atrasos em compromissos. Dentro desse assunto o que quero abordar é o transporte público.

Os nossos coletivos além de não seguir padrões de qualidade, já que atualmente temos duas empresas que possuem diferenças enormes entre os seus veículos, outro problema é o preço da passagem R$2,15 para um município de médio porte é caro, pois de Vitória a Fundão podemos ir por R$ 2,45, volto a dizer as condições dos veículos não são idéia para atender a sociedade e nem justifica o preço da passagem
.
Além disso, a cidade possuí locais onde ainda os ônibus não circulam que é o exemplo da pracinha da antiga feira Hippie, se a cidade possuísse microônibus esses poderiam sanar a deficiência que temos em algumas localidades, outro problema são os horários de ônibus muita das vezes ficamos horas esperando um ônibus que simplesmente não passa ou não tem em determinados dias da semana.
Foto tirada da internet

Foto tirada da internet

Tendo em vista esses problemas, uma solução seria um planejamento de trânsito feito pela prefeitura e empresas de ônibus da cidade a fim de melhorara a qualidade do serviço, porém até que isso aconteça uma saída seria as empresas de ônibus se comprometerem a disponibilizar horários e itinerários na internet, já que no município até as paradas de ônibus são mal projetadas e muitas vezes inexistentes.

Os links abaixos são exemplos a serem seguidos e que a prefeitura poderia disponibilizar o acesso a informação em seu próprio site.
Confiram:
http://www.ceturb.es.gov.br/default.asp
http://sistemas.vitoria.es.gov.br/pontovitoria/

quarta-feira, 22 de julho de 2015

0 Quem vende sua própria casa!

Ter um estádio é muito importante para qualquer time, pois é um bem que gera recurso e principalmente serve de espaço para treinamento e a prática do esporte.
O Davino Matos faz parte da história de Guarapari. De acordo com alguns, o estádio foi doado pela tradicional família Matos ao Guarapari Esporte Clube. São mais de 70 anos de existência, no qual recebeu vários shows nacionais de diversos ritmos, campeonatos locais e até mesmo “showmício” (Show do Padre Antônio Maria), ou seja, por muito tempo foi o principal espaço de eventos na cidade.
Foto tiradas da internet
Guarapari campeão capixaba de 1987- Foto internet
O Guarapari Esporte Clube campeão estadual de 1987, não teve uma diretoria ativa e responsável para manter o clube no topo do futebol capixaba, além disso, a falta de incentivo do poder público em relação ao esporte e ao clube ajudou a não enfrentar o problema, pois nunca enxergaram o Guarapari como o time da cidade, o que é uma pena.

Em 2003 se não me falha a memória, surgiu na cidade à especulação sobre a venda do estádio, por conta de uma crise financeira que o clube atravessava. O negocio se concretizou no ano seguinte com a suposta promessa da construção do centro esportivo, feita pelo poder público municipal, onde o Guarapari E. C. faria seu treino.
O tempo passou e em 2012, foi noticiado na cidade que novamente o Davino Matos foi vendido. Não querendo entrar nas questões legais sobre a compra e venda, mas o que intriga nesta história surreal, é por que um clube em dificuldades financeiras vende o seu único patrimônio? Ou ainda o que foi feito ou será feito com o dinheiro das vendas do estádio? 
Até gostaria de acreditar que as vendas tinham como objetivo alavancar o clube ou seria utilizada para a compra de outro local afim de se construir um estádio mais estruturado, infelizmente não foi isso que aconteceu.
Uma solução plausível seria a prefeitura assumir o estádio e contribuir com o crescimento do clube, como acontecem em diversas cidades, mas como isso nunca foi pensado pelos nossos gestores públicos, o pior já aconteceu, a arquibancada do histórico estádio foi demolida. 
Estádio Davino Matos- foto internet
Desejo ao Davino Matos um bom descanso eterno e ao Guarapari Esporte Clube espero que um dia ressuscite, me basta agora torcer pelo time da minha família que pelo menos tem onde treinar, o bravo, América Esporte Clube!



Matérias relacionadas 

domingo, 7 de junho de 2015

0 Para sair da crise é preciso ter lado.


O país vive a pior baixa econômica dos últimos 16 anos, é possível afirmar que a crise que se instala no Brasil é algo que já se colocava há algum tempo quando o mundo começou a viver de maneira mais incisiva a crise econômica. Na época o então presidente Lula disse que no país não sentiríamos grande impacto, iríamos passar por uma marolinha.

Realmente o país continuou investindo e crescendo através principalmente do Programa de Aceleração de Crescimento (PAC) e o Minha Casa, Minha Vida. O governo optou por investir em infra-estruturar o que aqueceu a economia, porém não se consegue manter um investimento tão alto durante um período longo de crise internacional.

A crise mundial juntamente com a crise política instalada irresponsavelmente pela oposição, já que tentou usar a instabilidade econômica como ferramenta para disputa política eleitoral, fez com que a nossa economia sentisse os impactos mais fortemente. A instabilidade política afasta os investidores e sem investimento há uma diminuição de emprego e renda.

Devido à crise hídrica e o aumento do dólar o preço dos alimentos subiram quase 9%, o que afeta diretamente a economia familiar dos trabalhadores, porém não vemos nenhum indicativo de preocupação do governo em relação a esse tema. O debate feito pela mídia de que a economia brasileira é “terra arrasada” causa na população uma grande insegurança, com o aumento dos alimentos essa combinação fica perigosa, pois com os trabalhadores diminuindo seus investimentos surgem impactos no micro e macro economia.

A política do ministro da Fazenda Joaquim Levy tem um erro primário para um governo progressista de um partido socialista, esse erro é ao invés de taxar grandes fortunas, começar os cortes financeiros através dos trabalhadores. É preciso dizer que este governo é progressista-reformista e com o congresso conservador, então realmente tudo pode ficar pior do que esta.

As mudanças nos benefícios sociais, como seguro-desemprego, auxílio-doença dentre outros, devem ser analisados friamente, pois alguns benefícios como a pensão vitalícia que às vezes contribui para os herdeiros não trabalharem é algo inadmissível, porém mexer em abono salarial e décimo terceiro é algo que não devemos aceitar.

Alguns especuladores dizem que a economia internacional volta a crescer em outubro deste ano, e que o sistema capitalista não esta em crise, mas em momento de adaptação dentro da nova realidade que vivemos, se essa analise estiver correta e se o Brasil não errar, 2016 será um ano melhor para nós.

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

0 Hoje o Partido dos Trabalhadores completa 35 anos, temos muito do que nos orgulha.

A trajetória do meu partido é de luta junto à classe trabalhadora e aos movimentos sociais, com vinte dois anos de existência assumimos a presidência da república elegendo pela primeira vez um operário e oito anos depois repetimos a grande façanha eleitoral, elegendo Dilma a primeira MULHER presidente.
A partir do primeiro mandato do PT o governo foi dando poder ao povo e criando ferramentas para ampliar a participação popular, resgatando o nacionalismo e rompendo com a lógica da elite dominante de que bens e produtos são acessível só para a população economicamente privilegiada.
Não podemos esquecer que rompemos até com o Fundo Monetário Internacional pagando a divida do país, passando de devedor para credor. Não é pouca coisa para um partido jovem fundado por intelectuais, artistas, professores e diversas outras categorias de representação na sociedade.
Porém o governo do PT não avançou em reformas estruturantes como reforma agrária, reforma tributária, regulamentação da mídia, fim fator previdenciário, e estamos com grande dificuldade em implementar a reforma política que o país tanto precisa.
É importante avaliar que tivemos erros e acertos, mas o PT precisa se REINVENTAR. É um grande partido de massas, sendo o maior da América Latina que muitas vezes se perde nas posições que historicamente defende.
O Partido precisa ter responsabilidade com o governo e com os compromissos assumidos com povo! Os escândalos de corrupção envolvendo seus dirigentes, precisa ser debatido de forma fraterna e transparente dentro do partido, para que o PT dê a devida resposta a sociedade. Como a presidenta sempre diz: “Doa a quem doer!”.
Hoje o PT esta institucionalizado e distante do povo, tem uma grupo conservador interno considerável, dirigentes envolvidos em escândalos de corrupção, por isso se o Partido dos Trabalhadores não mudar de postura, cobrar dos seus dirigentes responsabilidades, pedindo a expulsão dos que são condenados nos casos de corrupção, teremos uma grande sigla que infelizmente não sei a que classe social irá representar e defender no futuro.
Hoje aos 35 anos o PT deve sair da defensiva, voltar-se para a rua e para o povo, fazer à auto-crítica e principalmente ter atitude coerente com a nossa história, pois é esse o caminho que deve trilhar o PT é esse o caminho do partido que mudou o país.
Milito há 16 anos e acredito que se nós militantes disputarmos os rumos do partido no dia a dia, poderemos sim dá uma nova dinâmica e cara ao partido que deverá ser sempre dos Trabalhadores, pois a história não se renega.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...