segunda-feira, 7 de novembro de 2016

0 Bate-papo em família

Quinta-feira à noite tivemos uma prazerosa conversa com o papai, a mamãe perguntou o que ele sentiu quando viu o resultado do teste de gravidez. Ah! Eu sei que a mamãe fez o teste dia 06 de setembro à noite, e deu para o papai acompanhar o resultado, como era véspera de feriado só no dia 08 que fez o exame de sangue e ela acreditou que eu estava a caminho. Voltando a pergunta da mamãe, o papai respondeu imediatamente, senti primeiro desespero e depois alegria.

Papai disse que o desespero foi da responsabilidade de criar uma criança, o custo de vida aumenta, mas a felicidade foi grande porque o bebê é fruto do amor, e contou tudo que aconteceu no dia que eu fui concebido (o papai é muito atento a essas coisas).

Na conversa papai nós disse que quando me viu e ouviu meu coração, sentiu uma grande emoção, mal sabe ele que eu também adoro quando conversa comigo, comparou o que sentiu dizendo: “Foi como se o Vasco fosse campeão Mundial no Maracanã em cima do Flamengo”. Hum, agora estou pensando aqui, quando nascer, devo torcer pelo Vasco.

A mamãe como sempre curiosa perguntou ao papai o que mudou “Estou mais preocupado com meu futuro com o que vou poder proporcionar para o bebê e para a mamãe” disse papai Fábio. Não se preocupe papai tudo vai se acertar naturalmente e eu também vou ajudar vocês daqui a pouco você vai ver.

Por fim, papai esta dividido, não quer arriscar se serei menina ou menino, mas eu e a mamãe sabemos que ser for menina ele vai querer ser super protetor, e se for menino será rígido, mas uma coisa é certa eu e a mamãe amamos muito o papai e sabemos que ele também nos ama.

Eu estou com muita vontade de ver o papai, sentir o colinho da mamãe e o cheiro da Belinha a nossa cachorrinha que também já amo.




16 semanas e 2 dias

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

0 Mudanças

Sempre ouvir dizer que a gestação mexe bruscamente com a vida e a cabeça das mulheres, e vivendo este momento posso afirmar que sim. Não sou mais a mesma, as preocupações mudaram, o corpo mudou e as prioridades viraram de pernas pro ar.

Para o sexo oposto a vida é vista da mesma forma, não sei se por opção ou por características que os homens possuem de só ser importante o que os afeta diretamente. Porém é espantoso que no momento da notícia que serão papais, muitos ficam felizes e até emocionados, mas horas depois tudo isso se acaba e o mundo volta a ser só eles, os seus interesses e compromissos.

Se você espera companheirimos, solidariedade, compartilhar suas emoções, a melhor opção é procurar um (a) amigo(a).


15 semanas e 2 dias

terça-feira, 25 de outubro de 2016

0 O mundo é do real

Quando você tem alguém que depende de você, esse alguém se instala no seu corpo através de uma escolha, mas tudo fora esta desencaixado, desenganado, cheio de desconfiança...

Então é o momento de colocar as coisas no lugar, deixar de amar o que não te faz bem, deixar o que não é urgente para depois e cuidar de si e do seu dependente. Já que ninguém ama mais que a si mesmo, ninguém morre de amores e ninguém sente o que você sente...

Num mundo onde os homens só pensam em riqueza e poder, gerar um ser é simplesmente um ato humano de reprodução, pois não enxergam como um ato de amor.

O que vale é o que carregam consigo através da virilidade, o egocentrismo e o individualismo, pois são para eles o que de mais importante possuem, e é através delas que alcançam a “ascensão social”. O se tornar pai é somente uma mudança de status e confirmação do ser “macho”, mesmo que não desenvolva a função e responsabilidade que essa palavra carrega.

Por isso a nós mulheres restam, romper com tudo que não te faz bem, deixar de procurar alguém que não te atende ou não te entende, te deixa em segundo, terceiro, quarto ou quinto plano e pensa que ascensão social e econômica é o que trás felicidade e mantém o amor...


É triste o amadurecimento tardio dos homens, porque só quando chegarem aos seus 60 anos que começam a se dar conta que não terão mais tempo a seu favor e ficam a buscar o que deixou passar na juventude, cheios de uma grande frustração.

14 semanas e 3 dias

domingo, 21 de agosto de 2016

0 Cursos de qualificação profissional

No dia 18 de agosto, participei da formatura dos alunos que fizeram os cursos promovidos pelo SESI, em parceria com a CONSENORTE, Amigos da Justiça e Creche Alegria. Parabenizo aos organizadores e professores dos cursos, pois a educação é uma ferramenta de extrema importância para mudar a realidade das pessoas.


Os cursos de qualificação profissional tiveram início no mês de maio, e mais de trezentos alunos passaram pelos nove cursos oferecidos que ao final receberam os certificados ou declarações. “Para nós a oportunidade de levar conhecimento a esses jovens é extremamente gratificante, por isso agradecemos a todos os parceiros e alunos pelo desempenho e compromisso.” professora Magda Marchito.












quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

0 É só uma questão de opinião

A disputa pelo poder é algo comum em todos os espaços, mas o que não pode acontecer é a perda de princípios para alcança-ló, pois para colocar em prática um projeto de poder no país precisamos analisar as questões objetivas e principalmente mostrar que somos diferentes e faremos melhor do que quem ocupa atualmente.

Aprendi isso em 1995 nas reuniões do Partido dos Trabalhadores que aconteciam na casa de Alda Castro, na época eu tinha somente 11 anos, e muito me intrigava as conversas, porque viam e falavam tanta coisa que eu não enxergava. Com o tempo fui desenvolvendo o interesse pela leitura e pela política, pois compreendi que era preciso fazer parte de um partido político para formular e ocupar os espaços de poder a fim de representar uma parcela da sociedade.

Em 2002 após comparar e ler bastante sobre alguns partidos, pela influência familiar e envolvida pelo livro que lia na época “Triste fim de Policarpo Quaresma” do escritor Lima Barreto que conta a história de Policarpo Quaresma um grande patriota, decidi por engrossar as fileiras de um partido fundado e criado no Brasil.

O tempo passou rápido são mais de dez anos engrossando as fileiras desse partido, aprendi com os companheiros do PT o que é democracia, a importância de se consolidar um regime democrático no país e a necessidade de ter lado na luta de classe.

Esse partido no próximo mês faz 36 anos de existência, passou por desafios na sua criação e hoje no seu ápice passa novamente por dificuldades, mas lógico de uma forma diferente, pois as ameaças e ferramentas contra o Partido dos Trabalhadores são outras, porém o objetivo é o mesmo acabar com a organização partidária dos trabalhadores do Brasil.

O pedido feito pelo Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) a Procuradoria-Geral Eleitoral de extinção do PT é um afronto a democracia, a classe trabalhadora, a esquerda e os progressistas latino-americanos. Colocar em xeque a existência do maior partido da América Latina é um disparate.

Essa atitude mostra o desespero que a elite brasileira esta de retornar ao poder de qualquer forma, mas esquecem que no projeto deles não incluem os trabalhadores e por mais desconhecimento que o povo tenha não duvide da capacidade de analisar e enxergar as coisa, como dizem: “O povo não é bobo”.

E é por isso que mesmo com a campanha diária de ataques ao PT, ao governo e aos quadros do partido que os conservadores e a burguesia, não conseguem seu objetivo de alcançarem o poder, então é preciso dizer a eles que mesmo que fechem o PT o povo trabalhador e os que acreditam em igualdade social não irão engrossar as fileiras do PSDB, funcionaremos na clandestinidade ou nos organizaremos em outros espaços.

Os problemas que quadros do partido têm com a justiça, devem ser resolvidos pelos órgãos competentes e ao PT cabe esperar o julgamento para assim tomar uma decisão. Atualmente a postura que o governo tem adotado infelizmente não segue a orientação do partido, mas sabemos da responsabilidade que temos com o mandato da presidente Dilma e precisamos cobrar a ampliação dos avanços sociais e a efetivação na garantia de direitos que perpassa pela mudança na linha da política econômica.

O Brasil da inserção social, oportunidade e igualdade começou a ser construído no governo Lula e não deve ceder nenhum milímetro a mais para direita brasileira do que já aconteceu em nome da governabilidade, pois isso enfraquecerá o projeto de país colocado em curso pelos trabalhadores.
Ao governo espero responsabilidade nas decisões que irão tomar daqui para frente, pois o governo que votei é de um partido que tem lado, e essa lado é dos trabalhadores, presidente Dilma a responsabilidade esta contigo, vamos firmes sem vacilar.

sábado, 22 de agosto de 2015

0 Guarapari comemora

Escrevi o texto abaixo no dia 07 de agosto e nessa semana tivemos a notícia que o prefeito recuou e vai fazer a comemoração do dia da cidade.
Uma das cidades turísticas mais importantes do Espírito Santo se encontra a beira do caos, Guarapari. A cidade já atravessou momento de instabilidade política, porém nunca houve uma gestão municipal tão ineficiente e incapaz como a atual.
O poder público se limitou somente a dizer que as coisas não acontecem devido à crise econômica que o país atravessa. Realmente o momento é delicado e precisamos elencar prioridades, trabalhar na linha da navalha para que possamos segurar as contas públicas, mas é preciso que o município não estagne e que as coisas aconteçam mesmo nas condições adversas.
O que quero dizer é que não devemos parar a cidade, porque o país esta em crise. É preciso ser dinâmico e pensar soluções para que o município continue se desenvolvendo. Os municípios de Alfredo Chaves, Domingos Martins, Santa Teresa e Venda Nova do Imigrante, são tão importantes quanto Guarapari e realizaram ou realizarão as comemorações tradicionais dos seus respectivos municípios.
Já em Guarapari o prefeito anuncia que para conter custo suspendeu as atividades de comemoração do aniversário da cidade, me pergunto qual a diferença dos outros municípios para a cidade de Guarapari? A resposta é fácil: Gestão e vontade em fazer as coisas acontecerem.
‪#‎AcordaOrly‬ ‪#‎GuarapariSemGestão‬

domingo, 26 de julho de 2015

0 É possível com pouco, melhorar a vida de muitos

Em Guarapari temos algumas deficiências, dentre elas a mobilidade. A sinalizações ineficientes, trânsito mal projetado e ruas muito estreitas são alguns fatores que influência isso causando estresse, fadiga e atrasos em compromissos. Dentro desse assunto o que quero abordar é o transporte público.

Os nossos coletivos além de não seguir padrões de qualidade, já que atualmente temos duas empresas que possuem diferenças enormes entre os seus veículos, outro problema é o preço da passagem R$2,15 para um município de médio porte é caro, pois de Vitória a Fundão podemos ir por R$ 2,45, volto a dizer as condições dos veículos não são idéia para atender a sociedade e nem justifica o preço da passagem
.
Além disso, a cidade possuí locais onde ainda os ônibus não circulam que é o exemplo da pracinha da antiga feira Hippie, se a cidade possuísse microônibus esses poderiam sanar a deficiência que temos em algumas localidades, outro problema são os horários de ônibus muita das vezes ficamos horas esperando um ônibus que simplesmente não passa ou não tem em determinados dias da semana.
Foto tirada da internet

Foto tirada da internet

Tendo em vista esses problemas, uma solução seria um planejamento de trânsito feito pela prefeitura e empresas de ônibus da cidade a fim de melhorara a qualidade do serviço, porém até que isso aconteça uma saída seria as empresas de ônibus se comprometerem a disponibilizar horários e itinerários na internet, já que no município até as paradas de ônibus são mal projetadas e muitas vezes inexistentes.

Os links abaixos são exemplos a serem seguidos e que a prefeitura poderia disponibilizar o acesso a informação em seu próprio site.
Confiram:
http://www.ceturb.es.gov.br/default.asp
http://sistemas.vitoria.es.gov.br/pontovitoria/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...